Jornal Casa do Patrimônio

O Jornal Casa do Patrimônio foi desenvolvido com a finalidade de disponibilizar informações culturais e aproximar a população da Paraíba cada vez mais com os patrimônios locais. O propósito do jornal é comunicar, ao público em geral, a dinâmica dos processos em torno do Patrimônio Cultural, e retratar diferentes pontos de vistas sobre processos educativos, dentro e fora de sala de aula, que envolvam a Educação Patrimonial. Assim, são produzidas matérias sobre a diversidade cultural da cidade; descobertas histórias de vidas e divulgadas produções literárias e científicas que tratem da temática.

Para a produção do jornal, a Casa do Patrimônio de João Pessoa conta com a parceria da professora Jamile Paiva, do curso de Comunicação e Jornalismo da UFPB, que coordena o grupo de estudantes que produzem as matérias e a editoração gráfica.

A primeira edição contou com matérias sobre a arte de fabricar canoas no Porto do Capim, a requalificação da Praça Rio Branco, a riqueza cultural do Vale do Gramame (zona rural da cidade), o papel das redes das Casas do Patrimônio, entre outras matérias que informam e aproximam o leitor da cultura da cidade.

Versão PDF:

JORNAL_CASA nr 1

A segunda edição traz matérias sobre a tradição dos ferros de marcar gado do sertão paraibano, o projeto de proteção das falésias do Cabo Branco, a restauração do mural cerâmico do mercado público Sindolpho Freire, entrevista com o escritor e jornalista Gonzaga Rodrigues, e poesia de Pie Farias.

http://www.4shared.com/office/2ceLr2iN/Jornal_2.html

A terceira edição do jornal apresenta matérias sobre o resgate de urnas funerárias na cidade de Pilões e a implantação de Museu de Arqueologia no local, sobre a riqueza cultural da cidade de Zabelê e sobre a história e referências culturais do bairro da Penha, em João Pessoa, com destaque para a romaria e o santuário à santa, que comemora 250 anos em 2013.
Completando a edição, o jornal traz matérias sobre as iniciativas paraibanas selecionadas no Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade nos anos de 2012 e 2013. A primeira delas é sobre o trabalho desenvolvido pela Associação dos Amigos de Areia, com envolvimento dos jovens locais na preservação e valorização do patrimônio histórico. A outra matéria é sobre o Museu do Patrimônio Vivo de João Pessoa, empreendido pelo Coletivo Jaraguá, que trabalha com jovens de diferentes bairros da cidade de João Pessoa, registrando as referências culturais locais, com foco nos mestres da cultura popular.

Acessem através dos links:

Jornal Casa do Patrimonio 03 FINAL

Quarta edição do Jornal Casa do Patrimônio:

A edição nº 04 do Jornal Casa do Patrimônio traz, como destaque, matéria sobre o forró, cuja instrução para declará-lo como patrimônio cultural brasileiro já foi encaminhada ao Iphan, por meio da Associação Balaio Nordeste.

Esta edição também conta com matérias sobre a Fortaleza de Santa Catarina, a Feira de Campina Grande, o culto à Jurema Sagrada de Alhandra, pesquisas arqueológicas nas Itacoatiaras de Ingá e a atuação do PAC – Cidades Históricas em João Pessoa.

O Jornal Casa do Patrimônio é uma produção da Superintendência do Iphan na Paraíba, por meio da Casa do Patrimônio na Paraíba, em parceria com o Departamento de Comunicação da UFPB. De periodicidade anual, o Jornal Casa do Patrimônio apresenta matérias sobre ações relacionadas ao patrimônio cultural no estado da Paraíba.

Acessem também através do link:
Jornal Casa do Patrimu00F4nio 04 FINAL
 

Quinta edição do Jornal:

Em sua quinta edição, o Jornal Casa do Patrimônio traz como matéria de capa o babau, como é conhecido o teatro de bonecos na Paraíba, recentemente reconhecido pelo Iphan como patrimônio cultural brasileiro. Escrita por Amanda Viana, da Cia Boca de Cena, a matéria traz uma descrição do processo de registro dessa forma de expressão como patrimônio cultural, bem como uma panorama de sua atuação na Paraíba e dos mestres bonequeiros identificados durante o inventário.
Também é objeto de matéria outro bem recentemente registrado como patrimônio cultural brasileiro pelo Iphan. André Sarmento, Emanuel Braga e Saulo Nóbrega tratam das ações de salvaguarda da capoeira na Paraíba, destacando os encontros e debates que estão sendo realizados juntamente com mestres, contramestres, praticantes e pesquisadores.
O jornal ainda traz matérias sobre a caminhada para o reconhecimento da literatura de cordel como patrimônio cultural; as expressões culturais da cidade de Pombal, localizada no sertão paraibano; as ações de preservação que vêm sendo empreendidas nas ruínas de Almagre, em Cabedelo, e nas igrejas do povoado de Taquara, em Pitimbu; além de um resgate da passagem de Mário de Andrade à Paraíba, em suas viagens eternizadas em seu livro “Turista Aprendiz”, recentemente relançado pelo Iphan.

Para acessar:

Ou acesse em pdf:
Jornal Casa do Patrimonio 05 – versão final.