IPHAN-PB PUBLICA NOVO NÚMERO DO JORNAL CASA DO PATRIMÔNIO

IPHAN-PB PUBLICA NOVO NÚMERO DO JORNAL CASA DO PATRIMÔNIO

Em sua quinta edição, o Jornal Casa do Patrimônio traz como matéria de capa o babau, como é conhecido o teatro de bonecos na Paraíba, recentemente reconhecido pelo Iphan como patrimônio cultural brasileiro. Escrita por Amanda Viana, da Cia Boca de Cena, a matéria traz uma descrição do processo de registro dessa forma de expressão como patrimônio cultural, bem como uma panorama de sua atuação na Paraíba e dos mestres bonequeiros identificados durante o inventário.

Também é objeto de matéria outro bem recentemente registrado como patrimônio cultural brasileiro pelo Iphan. André Sarmento, Emanuel Braga e Saulo Nóbrega tratam das ações de salvaguarda da capoeira na Paraíba, destacando os encontros e debates que estão sendo realizados juntamente com mestres, contramestres, praticantes e pesquisadores.

O jornal ainda traz matérias sobre a caminhada para o reconhecimento da literatura de cordel como patrimônio cultural; as expressões culturais da cidade de Pombal, localizada no sertão paraibano; as ações de preservação que vêm sendo empreendidas nas ruínas de Almagre, em Cabedelo, e nas igrejas do povoado de Taquara, em Pitimbu; além de um resgate da passagem de Mário de Andrade à Paraíba, em suas viagens eternizadas em seu livro “Turista Aprendiz”, recentemente relançado pelo Iphan.

O Jornal Casa do Patrimônio é uma das ações de Educação Patrimonial desenvolvidas pela Superintendência do Iphan na Paraíba, por meio do projeto Casa do Patrimônio da Paraíba. Esse projeto tem como finalidade o desenvolvimento de ações de Educação Patrimonial e comunicação com o público, em parceria com instituições públicas e privadas. O seu objetivo é colocar em prática um plano estratégico de Educação Patrimonial em todo o Estado, nos processos educativos formais e não formais. Suas ações primam pela construção coletiva do conhecimento, por meio do diálogo entre os agentes culturais e sociais, e pela participação efetiva das comunidades detentoras e produtoras das referências culturais onde convivem as diversas noções de patrimônio cultural.

Para acessá-lo, clique aqui:

Ou acesse em pdf:

Jornal Casa do Patrimonio 05 – versão final.

468 ad

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>