Sob os Signos das Boiadas

Resultado de uma pesquisa desenvolvida na Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional na Paraíba, por meio do Programa de Mestrado em Patrimônio Cultural, Sob os signos das boiadas é um convite a uma viagem pelo universo das marcas de ferrar gado que povoam o sertão paraibano. A exposição busca contribuir para a valorização das manifestações culturais do sertão e mostra a força e a complexidade da tradição dos ferros de marcar gado e dos ofícios do ferreiro e do vaqueiro.

Para o desenvolvimento completo da pesquisa e da exposição, foram de fundamental importância as viagens realizadas aos municípios de Sousa, Aparecida, São Francisco e Nazarezinho, onde foi possível entrar em contato com pessoas diretamente associadas à tradição dos ferros.

A exposição é composta de painéis elucidativos e imagens (fotografias e vídeo) produzidas durante a pesquisa de campo acerca dos diversos saberes relacionados à arte de ferrar o gado, de escolher as marcas e às profissões do ferreiro e do vaqueiro.

Durante o percurso da exposição, o visitante tem a oportunidade de experimentar dois momentos interativos, separados por uma parede feita em taipa de pau-a-pique, com acessórios típicos do trabalho do vaqueiro e do ferreiro. Essa interação do público com os conhecimentos adquiridos na exposição se dá por meio de jogos que tornam lúdicos a ideia e os desenhos das marcas tradicionais de ferrar.

Um olhar apurado sobre a tradição dos ferros de marcar gado também é o que se propõe na exposição. Uma tradição que representa, juntamente com os ofícios do ferreiro e do vaqueiro, uma das veias da identidade do povo sertanejo e se reveste como uma referência cultural de todo o povo brasileiro.